Just In
Community
Forum
V
More
Maah PM
My Stories 34
Melhor amigo O problema de se estar (meio que) apaixonada pelo seu melhor amigo é que você sabe exatamente todas as coisas que ele gosta, e tem plena consciência de que nenhuma dessas coisas está em você.
Fiction: Biography, M, Portuguese, Friendship & Hurt/Comfort, words: 4k+, 6/3
Água Eu a sinto vindo aos poucos, pelas bordas, circulando completamente até tomar tudo. A imagem mental que tenho quando sinto o desconforto no coração e nos pulmões é sempre essa: De que estou sendo cercada.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Angst, words: 1k+, 5/11
Quarentena Fui produtiva nas primeiras semanas trancafiada em casa, mas era previsível que uma hora ou outra eu ia quebrar. Todos estamos quebrando, né?
Fiction: Biography, T, Portuguese, Drama & Angst, words: 548, 5/9
Fuga Percebi que não tinha um arquivo descrevendo como foi minha fuga de casa. Em lugar nenhum. Logo ela, uma memória tão intensa. O momento decisivo. A explosão, a mudança, a separação entre uma vida e outra. E eu não consigo lembrar que dia que aconteceu. Que mês que aconteceu. É assim que minha memória funciona, lendo coisas... Mas não há textos... Até agora.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Family & Tragedy, words: 3k+, 2/4
Amor da minha vida Tudo que tenho pra fazer é agradecer.
Fiction: Biography, K+, Portuguese, Romance & Drama, words: 1k+, 12/8/2019
R » Uma história em três capítulos sobre R, um garoto que beijei quando tinha dezessete anos. Escrevi esses três capítulos naquela época, mas nunca postei em lugar nenhum. Então ficam aqui as palavras da minha eu de 2014.
Fiction: Biography, K+, Portuguese, Romance, chapters: 3, words: 3k+, 12/6/2019
Burra Eu estou sendo o pedaço de drama eu eu sou, como sempre. E esse texto é uma droga.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Drama & Angst, words: 623, 11/6/2019
Amiga Por favor, deus, que sejam só essas duas vezes.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Friendship & Angst, words: 826, 9/10/2019
Laços É sempre assim com todo mundo. Todo mundo que sai das nossas vidas, quero dizer. Penso que para formar os laços que formei hoje, me livrei de vários. Que a cada passo me entranho numa linha nova, na linha de alguém, e esta linha passa a afetar minha vida, emocionalmente e de infinitas maneiras mais, para o que der e vier, hoje e sempre, sabe-se deus até onde.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Friendship, words: 812, 11/28/2018
Ciúmes Eu não sei direito como os meus ciúmes começaram. Ou talvez saiba? Sim, talvez sim. Mas o click do interruptor de não-ciumenta para ciumenta foi rápido demais, o suficiente para fazer com que eu pense que já era algo que estava guardado bem no fundo de mim, junto com memórias horríveis de uma infância que pode ser chamada de, no mínimo, conturbada.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Drama & Angst, words: 2k+, 10/10/2018
Teoria do Caos Eu sei que não faz sentido pensar nisso. Pensar nos fios que não foram costurados, em linhas que não se interligaram. Eu sei. Mas ao mesmo tempo, é difícil não pensar. Não pensar que, talvez, se eu tivesse feito algo um pouco diferente, tudo estaria mudado.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Angst, words: 817, 5/17/2018
Escrever Quero ser reconhecida. Quero ser lida. Quero que minha escrita seja como um beijo bom.
Fiction: Biography, T, Portuguese, words: 546, 4/13/2018
Culpa Está tudo bem. Não há nada acontecendo. As coisas dão certo. Sh. Não fique mal. Não lembre disso. Shhh.
Fiction: Biography, M, Portuguese, Angst & Romance, words: 935, 9/17/2017
Sinceridade e um dia aleatório "Sinceridade é importante. Isso está uma bagunça, mas são seus sentimentos, então cuspa tudo. Afinal, não tem ninguém para engolir. É você com você mesma. Duas você."
Fiction: Biography, M, Portuguese, Angst & Drama, words: 910, 4/9/2017
Morte Certa Escrito antes de "Quero voltar".
Fiction: Biography, T, Portuguese, Angst, words: 2k+, 9/30/2016
Quero voltar É, eu volto pra isso todas as vezes, de qualquer jeito. É ridículo. Eu sei. Mas eu quero voltar tanto. Eu não sei nem o que fazer.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Angst & Drama, words: 299, 9/18/2016
Quebrados O amor não foi o suficiente. Sei lá. Quebramos. Nos quebramos e quebramos um ao outro. Nos separamos antes que nos destruíssemos.
Fiction: Biography, M, Portuguese, Drama & Romance, words: 519, 9/16/2016
Sexo Eu não sei por que foi diferente com ele. Talvez por que ele nunca forçou, nunca pediu, nunca insistiu. Ele só me dizia que queria, e, quando eu achava que queria, dizia também.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Romance, words: 754, favs: 1, 2/15/2016
1 Recaída Os sintomas são os mesmos todas as vezes. Às vezes vai embora tão rápido quanto veio, das outras vezes gruda em mim por algumas semanas, e às vezes persiste até a tentativa de suicídio, à ligação amiga, o choro compulsivo e a necessidade de ter algo que eu não sei o que é, mas que não tenho.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Angst, words: 1k+, favs: 2, 8/2/2015
Adeus, adeus, adeus Sinto falta de quando as coisas eram ruins. Não sei explicar. Era bom não precisar fazer nada, não ser nada, não se importar com nada. Éramos só eu e a minha internet o dia inteiro e a noite inteira e eu decidia quando parar. Agora, tenho limites. Eu gosto de agora ter pessoas que se importam comigo, mas ainda assim sinto um pouco de saudade de quando as coisas estavam horríveis.
Fiction: Biography, T, Portuguese, Drama & Angst, words: 693, 4/26/2015
34 Page 1 2 Next »
Author: Follow Favorite


Desktop Mode . Twitter . Help . Sign Up . Cookies . Privacy . Terms of Service